Perfil – José da Páscoa

Existem pessoas que vieram ao mundo para fazer a diferença em algum lugar, de tal modo, que ao lembrar-mos de determinada coisa ou circunstância, automaticamente relacionamos a elas. José da Páscoa Madeira Neto, um senhor que em nada aparenta seus 57 anos é uma destas pessoas.

Alguns já o viram em um ou outro programa de televisão, sempre em alguma matéria que envolvesse a musculação esportiva. E é na musculação cearense, e por que não dizer brasileira que Páscoa, como é conhecido pelos amigos, vai ser sempre lembrado.

Páscoa nada mais é que a pessoa responsável pelo nosso estado, Ceará, se encontrar no hall da fama do fisiculturismo nacional, ocupando honrosos terceiros lugares de 1988 a 1991, um vice-campeonato em 1992 e um campeonato brasileiro em 1993, sempre à frente da Federação Cearense de Culturismo e Musculação. Tudo começou quando o menino José da Páscoa, muito franzino e magro, resolveu fazer musculação, que na época nem musculação era: dizia-se fazer maromba. Como não tinha dinheiro e ainda não trabalhava, foi em casa, fazendo suas próprias marombas feitas de latas de leite ninho e cimento que Páscoa, sem nenhum tipo de informação, entrou na musculação para nunca mais sair. Era o ano de 1963 e ele tinha 12 para 13 anos. Fortaleza, nessa época contava com apenas 2 academias: a primeira, situada na Rua Castro e Silva de propriedade do Sr. Antoine e a Sparta, na Rua General Sampaio, de propriedade do Sr. Edilson.

STEVE REEVESEm 1964, já trabalhando, Páscoa resolveu se matricular na Academia do Sr. Luís, na antiga Rua do Ouvidor, no mesmo prédio onde funcionava os Diários Associados. Nessa época, um jovem americano bonito e musculoso chamado Steve Reeves (foto ao lado) começava a ganhar fama no mundo do fisiculturismo mundial e foi nele que Páscoa se inspirou para construir um físico semelhante.

Com as primeiras publicações sobre musculação chegando ao Ceará na década de 70, outros ídolos iam surgindo, como um austríaco enorme de nome complicado que mais tarde o mundo conheceria em filmes como Conan, o Bárbaro e O Exterminador do Futuro: Arnold Schwarzenegger. Longe da realidade dos competidores estrangeiros, a realidade de Páscoa era bem diferente, indo treinar depois de uma longa jornada de trabalho e, na falta de informações sobre treinamento e alimentação, observava o que os marombeiros mais velhos ou maiores faziam, perguntando e tentando extrair toda a experiência que podia. E nessa, época, puxando ferro e se alimentando de gema de ovo e leite para fazer os músculos crescerem, como se acreditava, o sonho de ter sua própria academia começava a nascer.

Em 1978, na Academia Clube da Saúde, de propriedade do Sr. Hugo, outro pioneiro da musculação, Páscoa ao ver os equipamentos, em especial um aglomerado de máquinas conhecido como “apolão” pensou: um dia ainda abro minha academia com uma máquina dessas!

O tempo foi passando e José da Páscoa nem de longe lembrava aquele menino magrinho que levantava marombas de cimento em casa. Com seu sucesso nos objetivos que o levaram à musculação, veio também seu sucesso na vida profissional. Como gerente geral da rede de lojas Romcy, hoje extintas, conseguiu realizar seu grande sonho: no dia 16 de abril de 1984, nascia o Clube Podium de Musculação, berço dos maiores campeões do fisiculturismo cearense e em março de 1986, promovia seu primeiro campeonato.

Em 1987, a Federação Cearense estava nas mãos de dirigentes que não estavam correspondendo às expectativas e Páscoa, ocupando o cargo de Diretor Técnico, sentia que podia fazer mais pela entidade e pelo esporte. Com seu espírito empreendedor e apaixonado por tudo que envolve a musculação, viajou à São Paulo onde se reuniu com o então presidente da Confederação Brasileira, Sr. Eugênio Koprowski e mostrou interesse em lançar sua candidatura à presidência da Federação estadual.

Em 1988 concorreu e assumiu a presidência da Federação Cearense e nos cinco anos seguintes levou nosso estado aos mais altos lugares do pódio da musculação brasileira, chegando a ganhar da IFBB, entidade que regula o fisiculturismo internacionalmente, o prêmio de melhor dirigente do Brasil. Ouvir Páscoa falando de musculação é como ouvir um pai falando de um filho, dos primeiros passos, da primeira palavra, tal a paixão que sente pela modalidade, pela competição. Como ele próprio diz, nunca quis ser atleta. Sempre gostou de fazer a festa para os outros.

Certa vez, no ano de 1992, depois de já ter acertado verba de patrocínio pela FADEC, deu início aos preparativos para o Campeonato Brasileiro de Fisiculturismo, confirmando presença de todas as federações estaduais. Tal não foi sua surpresa que faltando apenas 5 dias para as federações chegarem à Fortaleza, teve a verba cortada pelo então governador Ciro Gomes. Páscoa, então, vendeu seu automóvel Voyage do ano e, com o dinheiro da venda do carro, conseguiu realizar um dos mais brilhantes campeonatos que o Ceará já promoveu, sagrando a equipe cearense vice-campeã neste ano. Só quem é um abnegado e absolutamente comprometido com a força que sua imagem tem nesse esporte poderia tomar tal atitude.

PodiumJosé da Páscoa também foi responsável pela primeira edição do Campeonato Norte-Nordeste em maio de 1988, pela introdução da categoria de fisiculturismo feminino no Ceará, pelas primeiras premiações em dinheiro em seus campeonatos, pela divulgação do esporte na mídia escrita, falada e televisiva, pela realização dos únicos campeonatos de fisiculturismo no Teatro José de Alencar (foram dois) e no Shopping Iguatemi. Hoje faz parte do quadro de dirigentes da Confederação Brasileira de Culturismo e Musculação para assuntos do N-Ne e ao ser perguntado sobre alguma coisa que poderia ter sido feito de forma diferente nessa longa estrada em prol do engrandecimento do fisiculturismo, sua resposta não poderia ser outra: “o que me deixa triste é não contar com mais recursos para promover todos os campeonatos que gostaria e assim, revelar novos talentos e colocar a musculação cearense no lugar que ela merece estar”.

Quem realmente gosta de musculação, deveria ao menos conhecer este senhor simpático, solícito, que todos os dias abre sua academia (foto acima) na Rua XV de Novembro, 108, no Montese (85-3245-2473), aos que realmente sabem o querem da musculação.